Notícias

05/02/2020 16:00

Aprovados pelo SiSU realizam matrícula na Uefs

Qual a distância do seu sonho? O que faria para realizar o maior anseio? Já pensou em percorrer 1.446km, em apenas dois dias, viajando em uma motocicleta para realizá-lo? Isso tudo foi o que a estudante aprovada para o curso de Odontologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Sidi Raiana Xerente, fez para se matricular na Instituição.

A Sidi é indígena e vem de uma aldeia do povo Xerente, situada em Palmas, no estado de Tocantins, viajou acompanhada por seu pai Ângelo Sirnapte Xerente. Ela deseja retribuir o conhecimento adquirido na graduação em benefício da comunidade. “Espero que a boa recepção continue também por parte dos meus colegas de turma, como nesse momento que fui bem recebida”, falou ela sobre a ocasião de matrícula e as expectativas. “O que um pai não faz por um filho?!”, essa foi a indagação de Ângelo sobre o trajeto e desafios enfrentados nos últimos dias. Orgulhoso pela realização da filha, declarou não sentir qualquer cansaço pois esteve focado na concretização do desejo de Sidi Raiana.

Durante os dias 3 e 4 de fevereiro, discentes aprovados pela primeira chamada do Sistema Unificado de Seleção (SiSU) realizaram matriculas em 28 cursos, de diversas áreas, oferecidos pela Uefs, referente ao semestre de 2020.1.

De acordo com João Danilo Batista, pró-reitor de Graduação, os estudantes serão Licenciados e Bacharéis que poderão retornar aos seus locais de origem, oferecendo e contribuindo para o maior desenvolvimento do nosso estado e país. “Cada vez que matriculamos um novo aluno, nos renovamos. Reconhecemos a história que traz cada um, e cada uma, até a Uefs e ajudamos na construção de novas etapas de vida. Temos a oportunidade de fazer ainda melhor o que nos dedicamos a fazer: formação humana, crítica e profissional”, disse ele sobre o ganho mútuo através do reconhecimento pela educação pública de qualidade e socialmente referenciada.

Beatriz Carneiro de Jesus, de Feira de Santana, nova universitária do curso de Pedagogia, afirmou gostar muito de crianças e ficou curiosa sobre os vários caminhos que pode trilhar na Instituição. Beatriz é egressa do Projeto Universidade para Todos (UpT), elemento que a ajudou a ter uma melhor nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A jovem revelou ter muitas expectativas. “Quero aprender bastante e sou muito curiosa! Desejo entender em quais áreas posso trabalhar”, declarou.


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.