Notícias

09/09/2019 16:10

Cesta básica registra nova queda no mês de agosto

De acordo com levantamento do projeto “Conhecendo a Economia Feirense: o custo da cesta básica em Feira de Santana”, desenvolvido por professores do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Estadual de Feira de Santana (DCIS/Uefs) e discentes do curso de Economia, a cesta básica em Feira de Santana custou R$ 312,45 em agosto, o que indicou queda consecutiva de valor, considerando o levantamento realizado no mês de julho. Ficou constatado que o valor da cesta básica do cidadão feirense caiu 4,6% em agosto frente ao que foi contabilizado no mês anterior.

O tomate foi o principal produto a responder por essa queda, uma vez que o seu preço médio apresentou redução de 27,5%. Dos 12 itens que compõem a ração essencial mínima (arroz, feijão, farinha, carne, legume, fruta, óleo, café, leite, açúcar, pão e manteiga), além do tomate, mais sete produtos também registraram preços menores no mês: farinha de mandioca (queda de 8,7%), óleo (redução de 3,8%), açúcar, arroz, café, leite e manteiga (todos esses com preços médios inferiores aos de julho da ordem de menos de 2%).

Os produtos arroz, feijão e carne mantiveram-se com peso importante na composição da cesta básica, tendo alcançado 34,5% do seu valor em agosto. Os produtos típicos do café da manhã, ou seja, café, leite, pão e manteiga, responderam por outra parcela equivalente do valor da cesta: 34,1%.

Analisando a participação individual dos produtos na composição da cesta, destacaram-se a carne bovina (24,2%), o pão (16,8%) e o tomate (14,1%).Já os produtos com menor participação relativa foramo óleo de cozinha (1,1%) e o café moído (1,6%).

Quanto à importância do valor da cesta básica na renda do trabalhador que recebe salário mínimo, verificou-se que o tempo de trabalho necessário para comprar os 12 produtos caiu para 74 horas e 51 minutos, o que significou 3 horas e 35 minutos a menos que o tempo de trabalho dispendido em julho. Vale registrar que, para esse cálculo, toma-se como parâmetro o valor do salário mínimo líquido, R$ 918,16.

Acesse AQUI o Boletim. 

Equipe do Projeto “Conhecendo a Economia Feirense: o custo da cesta básica em Feira de Santana”:

Coordenadora: Márcia Pedreira

Docentes: Adelaide Motta de Lima; Antonio Rosevaldo Ferreira da Silva; Cleiton Silva de Jesus; Paulo Nazareno Alves Almeida

Discentes:Adriele Regina Andrade; André Farma Amorim dos Santos; Carlos Vinícius Marques dos Santos; Evânio Marques de Souza Junior; Jemison da Silva Santana; Luciano Bruno Bezerra Venancio; Maria Fernanda dos Santos Santana; Mayko Breno De Oliveira Camilo; Sandra Bastos da Silva

Técnica da SEI: Tânia Borges




 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.