Notícias

01/08/2019 16:00

Mesa-redonda encerra Julho das Pretas na Uefs

Com o tema "Mulher Preta na Universidade: lugares de invisibilidade, perspectivas teóricas e racismo", foi realizada no dia 31 de julho a “1ª mesa-redonda Julho das Pretas”. A atividade foi organizada pelo colegiado do curso de Pedagogia da Universidade de Estadual de Feira de Santana (Uefs). O objetivo foi trazer a discussão para o âmbito da universidade, e o tema da mesa de debate teve como intuito discutir o lugar da mulher negra no espaço acadêmico.

A professora doutora Renailda Cazumbá (Uefs) entende que a realização da atividade se faz necessária diante da invisibilidade enfrentada por essa parte da população, e acredita no potencial da atividade em reunir estudantes, funcionárias e docentes negras para discussão sobre lugares das negras na academia, além de dialogar sobre assuntos como identidade e afro-etnicidade. "É o primeiro momento que queremos plantar uma semente para pensar novas atividades, inclusive um grupo de mulheres pretas da universidade para discutirmos as questões de gênero, feminismo, isto centrado na condição da mulher negra no Brasil hoje".

Para Larissa Marques, graduanda do curso em Letras com Francês e pesquisadora em Literatura e Linguística, que compôs a mesa de discussão, o evendo dentro da instituição de ensino superior é importante para que a negritude local inserida no contexto possa se ver, partindo da ideia de aceitação da identidade negra, para construir novas narrativas de modo que o processo de visibilidade do negro seja mais efetivo.

A estudante de licenciatura em Pedagogia, Edilene Gonçalves Almeida, crê que eventos com tal temática são importantes porque envolvem educação, políticas sociais e raciais. "Antes os negros não tinham como ter acesso a educação. Sou membro de comunidade quilombola, pra mim é muito relevante estar aqui. Quero ser professora para contar a cultura e história da negritude", defendeu ela.

O evento também contou com a presença da professora Sandra Nivia Soares, pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis da Uefs.


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.