Notícias

06/05/2019 10:50

Incubadora da Uefs promove rodas de conversa com o MST

Agricultores integrantes do Acampamento Estrela Vive, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST de Feira de Santana, localizado na Fazenda Cruzeiro do Mocó, participaram de rodas de conversa, nos dias 24 e 30 de abril, visando discutir iniciativas para a produção e possível organização de um banco de sementes crioulas.

Os encontros foram organizados pela Incubadora de Iniciativas de Economia Popular e Solidária da Universidade Estadual de Feira de Santana (IEPS-Uefs), pelo Projeto de Extensão “Direitos e Movimentos Sociais”, coordenado pelo professor Emmanuel Oguri, do curso de Direito da Uefs, e contaram com a participação da professora Luisa Ramos Senna, do Instituto Federal da Bahia-IFBA – campus Feira de Santana.

Um dos objetivos foi organizar e expandir a produção de sementes crioulas entre os futuros assentados, como parte da luta contra as imposições do mercado de sementes transgênicas. A atividade também fez parte do plano de trabalho do mestrando José Roberto Silva de Souza, integrante da IEPS-Uefs e advogado, ex-aluno da Turma Pronera de Direito da Uefs. José Roberto desenvolve junto ao Programa de Pós-Graduação em Planejamento Territorial (Planterr) da Uefs a pesquisa "O MST e a luta por reforma agrária em Feira de Santana: uma alternativa para o Acampamento Estrela Vive que passa por uma outra Economia". Nela investiga, a partir da metodologia da pesquisa participante, como os acampados se organizam jurídica e socioeconomicamente para conquistar direitos, em especial para lutar pela reforma agrária.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.